Diretor da ACS/ES, Luciano Márcio é eleito o segundo vereador mais votado de Nova Venécia

Com 1.004, votos, o soldado da reserva remunerada da Polícia Militar Luciano Márcio foi eleito vereador pelo PSB de Nova Venécia, Região Noroeste do Espírito Santo. Luciano Márcio é o segundo mais votado do município e o primeiro de sua coligação.


O primeiro mais votado para vereador de Nova Venécia é Zé Luiz do Cricaré, que obteve 1.013 votos, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE).

“Minha alegria tem que ser compartilhada com todos os eleitores venecianos e, em especial, com a família militar. Devo minha vitória aos policiais e bombeiros militares de meu Estado e, notadamente, de minha cidade”, agradeceu Luciano Márcio, que é diretor da Região Norte da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo (ACS/PMBM/ES).

Veja, abaixo, o que este Blog escreveu sobre Luciano Márcio em reportagem postada no dia 10 de março de 2012:



Luciano Márcio, uma liderança que se confirma no Espírito Santo



O seu jeito simples de gente do interior logo cativa qualquer interlocutor. Calmo, ele anda pelas ruas e avenidas de Nova Venécia, município localizado na região Noroeste do Espírito Santo, transmitindo uma postura serena e correta. Percorre distritos e vilarejos do município com a tranqüilidade de quem conhece cada pedaço daquele chão. Mas na hora de falar para sua categoria, ele solta o gás: faz um discurso sério e aguerrido.


Assim é o soldado da reserva remunerada da Polícia Militar Luciano Márcio, uma liderança que se confirma cada vez mais entre os militares estaduais – policiais e bombeiros – de Norte a Sul do Estado.

Liderança que, entretanto, não se limita à categoria dos militares: por onde passa em Nova Venécia e municípios vizinhos, Luciano Márcio é saudado por moradores. Seu carisma e importância política são reconhecidos por lideranças comunitárias, religiosas, empresariais, agricultores e por profissionais do Judiciário e do Ministério Público.

Luciano Márcio é, atualmente, diretor da Coordenadoria da Região Norte da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo. Ele entrou na PMES em agosto e 1996. Fez o Curso de Formação de Soldado no 2° Batalhão da PM (Nova Venécia), onde militou por vários anos.

Luciano Márcio tem vários cursos, como o de Assistindo Atendimento de Urgência, feito no Hospital São Marcos, em julho de 1997; Táticas Policias, ministrado pelo Batalhão de Missões Especiais, em outubro de 2002. Pela SWAT, concluiu os seguintes cursos: Tactical Immobilization At The, SWAT Hard Entry The, Close Quarter Combat At The, Low Ligtg Shooting, SWAT Covert At The; e Base CATE.

Também fez o curso de Imobilização Dinâmicas TDA 3 (Treinamento Dinâmico Avançado), em outubro de 2004; Capacitação Sobre Fiscalização em Tacógrafo; Força Nacional, Rio Grande do Sul, em dezembro 2005. Todos os cursos que fez tiveram um objetivo: aperfeiçoar-se cada vez mais para contribuir com uma melhora da segurança pública no Estado.

Luciano Márcio é primeiro suplente de vereador em Nova Venécia pelo PSB. Durante 120 dias, ele assumiu o mandato de vereador eleito. Naquele município. Por isso, foi mais uma “vítima” da Constituição Federal: por ter assumido um cargo eletivo, teve que ir para a reserva remunerada da Polícia Militar. Atualmente, Luciano Márcio está cursando Direito na Faculdade Univen, em Nova Venécia.

Na primeira eleição da qual participou, em 2008, ele obteve 520 votos em Nova Venécia. Em 2009, assumiu a vaga do vereador Ailson Felipe, que se licenciou, na ocasião, por problema de saúde. Passou três meses no cargo, até a volta de Ailson. O seu jeito simples de gente do interior logo cativa qualquer interlocutor. Calmo, ele anda pelas ruas e avenidas de Nova Venécia, município localizado na região Noroeste do Espírito Santo, transmitindo uma postura serena e correta. Percorre distritos e vilarejos do município com a tranqüilidade de quem conhece cada pedaço daquele chão. Mas na hora de falar para sua categoria, ele solta o gás: faz um discurso sério e aguerrido.


Assim é o soldado da reserva remunerada da Polícia Militar Luciano Márcio, uma liderança que se confirma cada vez mais entre os militares estaduais – policiais e bombeiros – de Norte a Sul do Estado.

Liderança que, entretanto, não se limita à categoria dos militares: por onde passa em Nova Venécia e municípios vizinhos, Luciano Márcio é saudado por moradores. Seu carisma e importância política são reconhecidos por lideranças comunitárias, religiosas, empresariais, agricultores e por profissionais do Judiciário e do Ministério Público.

Luciano Márcio é, atualmente, diretor da Coordenadoria da Região Norte da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo. Ele entrou na PMES em agosto e 1996. Fez o Curso de Formação de Soldado no 2° Batalhão da PM (Nova Venécia), onde militou por vários anos.

Luciano Márcio tem vários cursos, como o de Assistindo Atendimento de Urgência, feito no Hospital São Marcos, em julho de 1997; Táticas Policias, ministrado pelo Batalhão de Missões Especiais, em outubro de 2002. Pela SWAT, concluiu os seguintes cursos: Tactical Immobilization At The, SWAT Hard Entry The, Close Quarter Combat At The, Low Ligtg Shooting, SWAT Covert At The; e Base CATE.

Também fez o curso de Imobilização Dinâmicas TDA 3 (Treinamento Dinâmico Avançado), em outubro de 2004; Capacitação Sobre Fiscalização em Tacógrafo; Força Nacional, Rio Grande do Sul, em dezembro 2005. Todos os cursos que fez tiveram um objetivo: aperfeiçoar-se cada vez mais para contribuir com uma melhora da segurança pública no Estado.

Luciano Márcio é primeiro suplente de vereador em Nova Venécia pelo PSB. Durante 120 dias, ele assumiu o mandato de vereador eleito. Naquele município. Por isso, foi mais uma “vítima” da Constituição Federal: por ter assumido um cargo eletivo, teve que ir para a reserva remunerada da Polícia Militar. Atualmente, Luciano Márcio está cursando Direito na Faculdade Univen, em Nova Venécia.

Na primeira eleição da qual participou, em 2008, ele obteve 520 votos em Nova Venécia. Em 2009, assumiu a vaga do vereador Ailson Felipe, que se licenciou, na ocasião, por problema de saúde. Passou três meses no cargo, até a volta de Ailson.


 

Blog do Elimar Côrtes Copyright © 2011 -- Template created by O Pregador -- Powered by Blogger